Ilhas do mar

quarta-feira, janeiro 07, 2009

Stari Most (Ponte Velha)


Stari Most
Rio Nereteva
Subindo a ponte

Na cidade de Mostar, encontramos duas culturas, a ocidental e a oriental.
Esta ponte do século XVI, sobre o rio Nereteva, localizada na parte velha da cidade, foi destruída pela guerra em 1993. Reconstruida sob a égide da UNESCO em 2004, simboliza a paz alcançada nesta região.
A reconstrução e reabertura da ponte é tida para os habitantes de Mostar como um sinal de esperança para o futuro de uma cidade dividida entre croatas e muçulmanos, que têm tido uma relação conturbada ao longo dos tempos. A ponte velha e o centro histórico de Mostar foram classificados como Património Mundial da UNESCO em 2005.
(in Wikipédia)







Gostava de perceber que culpa tem uma ponte com quatro séculos, para ser mutilidade com bombardeamentos.









7 Comments:

  • A culpa não é da ponte... é dos homens, Nanda... que nunca mais aprendem, e continuam a mutilar pontes e seres humanos!

    Obrigada por tão belas fotos.
    Beijinho

    By Blogger Maria, at 4:52 da tarde  

  • É verdade, Maria

    A guerra torna o homem louco,ou o homem louco faz a guerra!

    A guerra é tão irracional...

    By Blogger nanda, at 8:11 da tarde  

  • A ponte voltou a unir territórios. será que em mostar os homens dos dois lados já se começaram a unir também?

    By Blogger geocrusoe, at 9:58 da tarde  

  • Ao Geocrusoe

    Pelo menos os jovens fazem por isso. Convivem, conversam sobre tudo, memos da guerra e da religião.
    A tolerância e aceitação de culturas diferentes é necessária.
    É um bom princípio.
    Esta última etapa da viagem mexeu comigo, nunca tinha presenciada uma situação destas.

    By Blogger nanda, at 10:08 da tarde  

  • Olá

    Eu vi um documentário sobre essa ponte, achei muito interessante, a história do sultão, que queria uma ponte que durasse no mínimo 100 anos e que os cavalos não escorregassem nela, se isso não acontece-se, o arquitecto era morto, depois foi a história da planificação da construção e dos materiais, foi um trabalho magnifico e perigoso...

    A parte que não gostei e não compreendo, é a parte da guerra, mas quem compreende???

    By Blogger Grifo, at 11:23 da tarde  

  • Bom Ano!
    Ou o melhor possível.

    By Blogger Jose Augusto Soares, at 12:42 da manhã  

  • By Anonymous sticker, at 5:36 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home