Ilhas do mar

segunda-feira, janeiro 01, 2007

Sonetos Românticos III

Súbita a inspiração faz o convite:
Mais alto, rumo à meta indefinida!
Ofereço o sentimento ao ilimite
Dos ecos do mistério que intimida.

Rebelde ao senso a Musa não permite
À razão que chegue à chama erguida
O canto aceso, magia que transmite
Remota música noutro mundo ouvida.

A minha ânsia mede-se por versos
E na descida a meus jardins submersos
Vedadas rosas rebentam-me na boca.

Poesia:angústia de querer sempre mais,
Saudoso endereço de termos imortais.
E ao fim de tanto anseio, a vida pouca.

in "O sol nas noites e o luar nos dias" Natália Correia



Este poema é dedicado a poetaeusou

7 Comments:

Enviar um comentário

<< Home