Ilhas do mar

sexta-feira, outubro 31, 2008

Aculturação

Sacos utilizados pelas crianças

Crianças de porta em porta no Pão por Deus

Anúncios de actividades para comemoração do Halloween


Estas imagens foram retiradas de: http://www.google.com/


No meu tempo as crianaças andavam de porta em porta a pedir o Pão por Deus. Eram as nossas tradições.
Nos últimos anos, o capitalismo selvagem que tem invadido as sociedades dos países industrializados, promove o desmornamento de culturas ancestrais e enlouquece as populações com um consumismo desenfreado.

. A origem do halloween remonta às tradições dos povos que habitaram a Gália e as ilhas da Grã-Bretanha entre os anos 600 a.C. e 800 d.C., embora com marcadas diferenças em relação às atuais abóboras ou da famosa frase "Gostosuras ou travessuras", exportada pelos Estados Unidos, que popularizaram a comemoração. Originalmente, o halloween não tinha relação com bruxas. Era um festival do calendário celta da Irlanda, o festival de Samhain, celebrado entre 30 de outubro e 2 de novembro e marcava o fim do verão (samhain significa literalmente "fim do verão" na língua celta).
Esta prática que se vem generalizando acaba por ser mais um "Carnaval".

9 Comments:

  • Amiga, é pena q tenham acabado, na minha terra era pedir bolinhos e bolinhós...

    By Blogger frosado, at 3:34 da tarde  

  • É verdade.Ainda assisti em Coimbra
    Que dizer no "Pão por Deus"

    Ao pedir o "Pão por Deus", cantam-se as seguintes cantilenas enquanto se anda de porta em porta:


    "Pão por Deus,
    Fiel de Deus,
    Bolinho no saco,
    Andai com Deus."


    Ou então:
    "Bolinhos e bolinhós
    Para mim e para vós
    Para dar aos finados
    Qu'estão mortos, enterrados
    À porta daquela cruz

    Truz! Truz! Truz!
    A senhora que está lá dentro
    Assentada num banquinho
    Faz favor de s'alevantar
    P´ra vir dar um tostãozinho."


    Quando os donos da casa dão alguma coisa:
    "Esta casa cheira a broa
    Aqui mora gente boa.
    Esta casa cheira a vinho
    Aqui mora algum santinho."


    Quando os donos da casa não dão nada:
    "Esta casa cheira a alho
    Aqui mora um espantalho
    Esta casa cheira a unto
    Aqui mora algum defunto."

    By Blogger nanda, at 3:42 da tarde  

  • Por cá, nas zonas rurais, ainda se vão vendo crianças, em pequenos grupos, de saco na mão.
    Mas nos meios urbanos a tradição já quase está esquecida.

    Boa semana

    By Blogger leituras, at 10:22 da manhã  

  • A minha irmã leva o ano todo a pensar no pão por Deus, cá não damos nada no dia das bruxa... temos tradições nossas,são para preservar, e não para serem substituídas por outras, mas são um bom tema para festas de mascaras, dês que não vaiam pedir doçura ou travessura...

    By Blogger Grifo, at 5:30 da tarde  

  • Que os vossos exemplos sejam seguidos por muitos.

    By Blogger nanda, at 7:57 da tarde  

  • Curiosamente, para alterar o que foi dito, este ano apareceram muitas crianças em grupos de 4, 6 e mais a pedirem PÃO POR DEUS.
    Pelo menos no centro da cidade da Horta isso aconteceu.
    E fez-me recordarumpassado já muito distante.
    É bom que estas e outras tradições não se percam

    By Anonymous Anónimo, at 10:58 da tarde  

  • na ribeirinha julgo que todas as crianças passaram à minha porta a pedir pão por deus... e ainda bem!
    Houve uma bruxinha sozinha e timida na noite do halloween

    By Blogger geocrusoe, at 11:11 da tarde  

  • As nossas tradições, a nossa história.

    By Blogger Rui Caetano, at 9:32 da tarde  

  • By Anonymous jacker, at 5:30 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home