Ilhas do mar

sábado, janeiro 05, 2008

Hasta Siempre

14 Comments:

  • Também adorei Cuba.

    By Blogger Desambientado, at 8:09 da tarde  

  • Deixa-me "deixar-te" (lol) a letra, toda....
    tenho o vinil todo riscado, mas felizmente já tenho cd's....


    «Hasta Siempre»

    Aprendimos a quererte,
    Desde la histórica altura,
    Donde el sol de tu bravura
    Le puso cerco a la muerte.

    Aquí se queda la clara,
    La entrañable transparencia
    De tu querida presencia,
    Comandante Che Guevara.

    Tu mano gloriosa y fuerte
    sobre la historia dispara,
    cuando todo Santa Clara
    Se despierta para verte.

    Aquí se queda la clara,
    La entrañable transparencia
    De tu querida presencia,
    Comandante Che Guevara.

    Vienes quemando la brisa
    con soles de primavera
    para plantar la bandera
    con la luz de tu sonrisa

    Aquí se queda la clara,
    La entrañable transparencia
    De tu querida presencia,
    Comandante Che Guevara.

    Tu amor revolucionario
    te conduce a nueva empresa,
    donde espera la firmeza
    de tu brazo libertario.

    Aquí se queda la clara,
    La entrañable transparencia
    De tu querida presencia,
    Comandante Che Guevara.

    Seguiremos adelante
    como junto a ti seguimos
    y con Fidel te decimos :
    «¡Hasta siempre Comandante!»

    Aquí se queda la clara,
    La entrañable transparencia
    De tu querida presencia,
    Comandante Che Guevara.

    (Carlos Puebla)

    Obrigada.
    Beijo

    By Blogger Maria, at 1:08 da manhã  

  • Acho que aprendi a música antes de saber quem era o comandante, por isso, para mim ele tem a aura da música.

    Tenho andado ingratamente afastada das caixas de comentários, mas não queria deixar de vir desejar um ótimo ano de 2008!

    Beijos

    By Blogger Jardineira aprendiz, at 6:07 da tarde  

  • É tudo muito bonito...

    E o povo cubano? Vive bem? Vive como os outros?
    Os taxistas podem entrar nos hotéis?
    Não há "fronteiras" ( com guardas e cancelas" à entrada das zonas dos hotéis?
    Uma camisa e um par de calças por ano?
    Esgotos à vista?
    Carros com motores de tractor?
    Lojas vazias, sem nada para vender?

    Tenham paciência...

    By Blogger Jose Augusto Soares, at 7:04 da tarde  

  • Olá José Augusto

    O povo cubano em alguns aspectos vive melhor do que outros povos, sobretudo na saúde e na educação.

    Andei por várias cidades,entre elas Havana. Uma grande preocupação na recuperação do património arquitectónico e ambiental:Patrimônios da Humanidade (segundo a UNESCO)
    Centro Histórico Urbano de La Habana Vieja e seu sistema de fortificações coloniais (Ciudad de La Habana)
    Valle de Viñales (Pinar Del Río)
    Trinidad e El Valle de los Ingenios (Sancti Spiritus)
    Parque Nacional Desembarco del Granma
    Castillo de San Pedro de la Roca (Santiago de Cuba)
    Paisagem arqueológica das primeiras plantações de café no sudeste de Santiago de Cuba.
    Parque Nacional Alexandre de Humboldt.

    O povo cubano é alegre frequenta cabarés, bares, discotecas, vem para o malecón namorar, beber rum, fumar...Tem festivais de cinema (estava a decorrer em Havana - Ibero-Americano). Pode eventualmente não ter muito dinheiro, mas nos outros países, só alguns é que o tem, por isso...

    Tem a maior colecção do mundo de carros antigos.Deve ser visitada e observar inclusivamente a auto-suficiência alimentar e o modo como tem resistido estoicamente ao embargo americano.

    È um lindo passeio.

    Um abraço

    By Blogger nanda, at 8:39 da tarde  

  • Deve ter sido uma experiencia extraordinária

    By Anonymous ilha, at 2:17 da tarde  

  • Bravo Nanda !

    Conheço bem Cuba e o seu povo , e tenho a mesma opinião que tu .É um povo que em 1960 umas centenas de cubanos sob o comando de Fidel e outros companheiros como Che , desceram da sierra maestra e com o apoio popular expulsaram o tirano Presidente Fulgêncio Baptista, lacaio dos americanos que faziam de Havana e da ilha um enorme bordel e casino para os senhores ricos americanos . É hoje um povo onde praticamente desapareceu o analfabetismo , e a escolaridade obrigatária é de 10 anos universal e gratuita. A saúde tem em Cuba serviços de excelência nas áreas da , obstetrícia,cuidados materno infantis, oftalmologia, ortopedia, fisioterapia e muitos outros havendo muitos portugueses que lá se deslocam para tratamentos que em Portugal não tinham conseguido.
    E que dizer das 6 orquestras sinfónicas e das 4 grandes companhias de ballet ! Dos melhores atletas olímpicos em diversas modalidades.Claro que o povo cubano tem pago uma elevada factura desta sua coragem , como o embargo que foi feito pelos americanos e seus "amigos" às importações e exportações de Cuba, daí notar-se poucos bens de consumo , alguns até essenciais.
    Mas tem sabido resitir e dizer não!Hasta siempre Nanda !

    By Blogger zecagomes, at 5:55 da tarde  

  • Olá Zeca Gomes! Bem-vindo à Blogosfera! Gostei de te encontrar por aqui!

    By Blogger frosado, at 7:10 da tarde  

  • Zé Gomes, só um raparo ao teu comentário. Toda a escolaridade é gratuita em Cuba, inclusivamente a Universitária.

    By Blogger nanda, at 7:24 da tarde  

  • Curioso. Será que andei noutro País?
    Os monumentos,tudo bem e as pessoas? Porque é queno Hotel as camareiras pediam lápis e canetas e
    à partida queriam as calças de ganga?
    Divertimentos,festas,e tudo mais houve sempre em ambundancia, antes do 25. Porque será que os naturais desejam fugir delá? Será mentira?

    By Anonymous Anónimo, at 11:34 da tarde  

  • NUnca lá fui, ams pelo que conheço através de imagens e foto se relatos, parece-me que é uum mundo muito "sui generis" e que vale a pena visitar.

    By Blogger Rui Caetano, at 10:38 da manhã  

  • Olá Caro anómimo (a)

    Estranho! Sabe num dos hóteis onde estive em Havana, a camareira deixou-me um bilhete desejando umas boas férias escrito em Espanhol e Inglês.

    Por acaso levei lápis e canetas (poligrafos)e numa das últimas viagens, abeirei-me de um grupo de miúdos que jogavam à bola e lhes ofereci.
    Não estivemos certamente no mesmo país.

    Sem dúvida, e já foi referido neste blog por um comentador, que existe carência de determinados bem de consumo.

    Caro anónimo(a) se soubesse um pouco da história política, social e económica daquele país compreenderia melhor determinadas situações.

    Obrigada pelo seu comentário

    By Blogger nanda, at 3:23 da tarde  

  • Duas questões:
    Primeiro por conhecer é que comentei.
    Segundo, porque levou lapis e canetas?
    Pessoas boas e amigas...Os portugueses, sempre foram boas pessoas, alegres, divertidas e viviam num País de ditadura o que por acaso não sucede com Cuba que se vive em democracia.
    Estamos, realmente,entencidos.
    Só é pena que por tudo o que se passa, agora,por cá não apareça um Fidel.

    By Anonymous Anónimo, at 6:41 da tarde  

  • By Blogger freefun0616, at 9:34 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home