Ilhas do mar

sexta-feira, julho 18, 2008

Recriação


Finalmente dar forma
ao que era inerte
ao que era massa amorfa
no princípio.
E percorrendo
insondáveis viagens
criar o corpo
e dar-lhe habitação:
nem só de amor e de amigos
se vive:
também de solidão
além de solidão.
Ana Luísa Amaral in Às vezes o Paraíso, Lisboa, 1998

10 Comments:

Enviar um comentário

<< Home